24 de jun de 2016

comrntários

sse...
http://pontoetvirgula.blogspot.com.br/

24 de junho de 2016Prisão de Paulo Renato provoca reações corporativistas
A prisão de Paulo Bernardo, ex-ministro de Lula e Dilma, provocou várias reações nas hostes do PT. Uns apelaram para o argumento de que uma operação de busca e apreensão na residência da senadora Gleisi Hoffman, esposa de Paulo Renato, seria ilegal porque estaria ferindo o direito dela a foro privilegiado. Por sua vez, sua companheira na "tropa de choque" de defesa de Dilma na comissão do impeachment, Vanessa Graziottin, apelou para o constrangimento da prisão do ex-senador em casa na presença dos filhos;
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi cuidadoso ao determinar que a Polícia Federal (PF) não tocasse em nada da senadora, que não era alvo da operação, mas sim em documentos e computadores de Paulo Renato, que não tem direito a foro privilegiado. Também o PT reclamou do que chamou de ato desnecessário, sem ligação com a investigação, quando foi exatamente o financiamento de campanhas do partido que levou à prisão o seu terceiro tesoureiro. Só sobre uma coisa nenhum petista se pronunciou: os milhões de reais de dinheiro público desviados nos últimos 14 anos e que deixaram de ser aplicados em Saúde, Educação e principalmente em Segurança Pública. Fala serio!
Postado por Airton Leitão
Anônimo disse...
Onagro ungulado

O inevitável Requião caça jegues na Bíblia para livrar Gleisi e o PT da Lava Jato

Por: Augusto Nunes23/06/2016 às 23:05 veja

“A invasão do apartamento da senadora, absolutamente ilegal, despropositada e desnecessária. Nem um onagro ungulado, que é um jegue na bíblia, como a Bíblia descreve os jegues, entenderia ou não aceitaria a hipótese de existir, depois de dois e meio, três anos de Mensalão e Lava Jato, a possibilidade de existir um documento comprometedor na sede do PT”. (Roberto Requião, senador do PMDB do Paraná, nesta quinta-feira, indignado com a visita da Polícia Federal ao apartamento de Gleisi Hoffmann e à sede do PT, revelando que tem muita intimidade com jegues)
PS - OS VAGABUNDOS SE ESCONDEM ATRAZ DA INIMPUTABILIDADE PARA DEITAR SEUS CONHECIMENTOS VERMELHOS DE MERDA EM CIMA DE ZE POVAO. MANDA O VIGARISTA LARGAR A INIMPUTABILIDADE, TODAS AS VANTAGENS DE SER SENADOR, PASSAGENS PARA CIMA E PARA BAIXO, CARTOES CORPORATIVOS, E CONTINUAR A VOMITAR EM CIMA DE ZE POVAO SEUS CONCEITOS DE MERDA. ISSO ELE NAO VAI FAZER NUNCA. SER VALENTE COM TODAS AS COMODIDADES E CONFORTOS QUE O MANDATO LHE CONFERE QUALQUER UM MANE E. QUERO VER LARGAR TUDO E VIVER COMO ZE POVAO. TE GARANTO QUE NAO SERIA EM PORTEIRO DE BOATE DE TERCEIRA SE ISSO ACONTECESSE. ESTE VIGARISTA DE ZE REQUEIJAO NOS NA CONHECEMOS DE PRISCAS ERAS. QUALQUER UM E VALENTE COM TODAS AS VANTAGENS QUE ESTE VIGARISTA TEM.
Anônimo disse...
sexta-feira, 24 de junho de 2016A PETRALHADA LADRONA DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS TÁ PUTA DA VIDA COM A POLÍCIA FEDERAL

Cláudio Humberto

Composta por dez parlamentares, a bancada do PT no Senado divulgou uma nota de repúdio nesta quinta-feira, 23, contra a prisão preventiva do ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, marido da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Segundo os congressistas, houve "ABUSO DE PODER" na ação da Polícia Federal (PF), que "atenta contra o Estado Democrático de Direito".

Eles alegam que a residência oficial de Gleisi foi "INVADIDA", na presença de seus filhos menores, sem a devida autorização do Supremo Tribunal Federal (STF). Os senadores insinuaram que a ação da PF de hoje busca acobertar fatos que atingem o governo do presidente em exercício, Michel Temer.

"A bancada estranha que tal prisão tenha ocorrido no momento em que a nação toma conhecimento de fatos gravíssimos de corrupção que atingem diretamente o governo provisório (...) Tal prisão e a invasão da sede do PT desviam o foco da opinião pública do governo claramente envolvido em desvios, para a oposição democrática, que sempre buscou a apuração de todos os fatos com isenção e transparência."

No manifesto, os congressistas demonstram solidariedade à Gleisi, que faz parte da tropa de choque da presidente afastada Dilma Rousseff na Comissão Especial do Impeachment. "A bancada dos senadores do PT manifesta apoio irrestrito a uma de suas senadoras mais atuantes na defesa da democracia e dos direitos do povo brasileiro, hoje ameaçados por um governo ilegítimo, autoritário e retrógrado." A Comissão Executiva Nacional do PT também criticou, por meio de nota, a ação da PF, que classificou de "desnecessária" e "midiática".

A assessoria de imprensa de Gleisi afirmou que a senadora não vai se pronunciar, por ora, sobre a prisão do marido. Depois de participar de um encontro do Parlasul, em Montevidéu, nos últimos dias, Gleisi retornou ontem à noite para Brasília. A assessoria não soube informar se ela permanecerá na cidade ou viajará a São Paulo, para onde Paulo Bernardo foi levado pelos policiais.

Postado por Altamir Pinheiro às 6/24/2016 08:42:00 AM
http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
Anônimo disse...
sexta-feira, 24 de junho de 2016
Entre Brexit e PTexit, bandidos tentam se salvar apostando na suprema judicialização da politicagem
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Viva São João! Sexta tsunâmica nos mercados, por conta da decisão do povo do Reino Unido de tirar seu time da Zona do Euro? O Brexit venceu apertadinho por 52% a 48% dos votos. Os rentistas tupiniquins já levantaram da cama em pânico, porque as bolsas caem no mundo todo. O Primeiro-ministro britânico David Cameron já avisou que deixa o cargo em outubro... A eleição presidencial nos EUA, marcada para 8 de novembro, com o risco Trump tirando o humor da Hillary, fará subir a tensão global. Especuladores vão ganhar muito dinheiro até lá com o nervosismo artificial gerado pelo noticiário.
Por aqui, seguimos com o PTexit - royalties para o Carlos Maurício Mantiqueira. A Dilma Rousseff deve ser saída definitivamente no mês de agosto. Enquanto isso, seguimos com a mais brutal crise econômica combinada com a mais confusa crise política, tudo em função da crise estrutural e de nossa permanente crise de imoralidade. No Brasil, só os políticos corruptos (perdão pela redundância) conseguem estar mais tensos que os especuladores financeiros - que sempre lucram na calma ou na tensão com o modelo Capimunista. O medo dos bandidos, no curtíssimo prazo, é dificultar as regras para a prisão deles.
Não foi por outro motivo que o presidente do Congresso Nacional, o Renan Calheiros (PMDB-AL) enrolado com o Judiciário, determinou que a Advocacia Geral do Senado ingresse junto ao Supremo Tribunal Federal com uma reclamação questionando se um juiz de primeira instância pode autorizar a entrada e a revista na residência oficial da senadora Gleisi Hoffmann, onde também morava o marido dela, Paulo Bernardo - desde ontem preso preventivamente sob acusação de ter embolsado uns R$ 7 milhões em dinheiro desviado de empréstimos consignados para os esquemas mafiosos do PT.
O principal objetivo é anular as provas obtidas na busca e apreensão, além de trazer o processo para o foro privilegiado do STF. A turma do valente Renan Calheiros - que já ameaçou pedir o impeachment do Procurador Geral da República Rodrigo Janot - também entrará com uma reclamação junto ao Conselho Nacional de Justiça contra o juiz de primeira instância Paulo Bueno de Azevedo, que autorizou a ação e a prisão de Paulo Bernardo. Advogados do Senado querem uma punição "disciplinar" para o magistrado. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 2 E TERMINA
. Adivinha quem pediu para Renan detonar a ação para proteger o casal Paulo e Gleisi? Ninguém menos que o primeiro vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC). Claro, o pedido dele encontrou acolhida no meio de tantos senadores que correm o risco concreto de sofrerem devassas judiciais, muito em breve, por causa da Lava Jato ou por outras falcatruas. Novamente, sempre que convém à politicagem, eles ajudam a promover o perigoso processo de "judicialização da política".
O Supremo Tribunal Federal, que julga até briga de vizinhos por causa de galinha roubada, tem mais um pepino para descascar. Providencialmente, a tendência é que o STF empurre decisões polêmicas com a barriga escondida pelo elegante poder da toga. O presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, já resolveu que, apenas no segundo semestre (de repente, só depois da solução final sobre o destino da Dilma) haverá uma decisão definitiva sobre a prisão imediata ou não do réu condenado em segunda instância judicial. A polêmica seria julgada ontem, mas ficará para depois...
O fato institucionalmente temerário, em meio à guerra de todos contra todos os poderes é: entre Brexit e PTexit, bandidos tentam se salvar apostando na suprema judicialização da politicagem. A aposta tem tudo para dar zebra para o lado dos corruptos. A sociedade brasileira está de saco cheio e, literalmente, pt da vida...
Polêmica nipônica
Problemas político-matrimoniais
Campanha grátis
Do publicitario Ênio Mainardi, uma observação pertinentíssima:
"A maior e melhor campanha de propaganda do Bolsonaro está sendo feita pelos seus...inimigos. Eta gente inteligente!"
Laércio Laurelli palestrando
Candidato a Presidente ou a Eliot Ness?
Galerinha do desarmamento aloprou ao leer no NYT que Rodrigo Janot avisou que dorme com uma pistola com 14 tiros no pente...
Bem vindo ao clube, Paulinho
Anônimo disse...
Intervenção ou Guerra Civil pelo PT?
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Ney de Oliveira Waszak
Em janeiro escrevi o artigo, “”Intervenção? Ou Guerra Civil pelo pt?”, onde questionei o porquê do Legislativo ou Judiciário não decretarem intervenção.
Hoje, diante dos acontecimentos não podemos contar com o Legislativo, pois sua grande maioria foi corrompida, conforme podemos ratificar em várias gravações e em ações no STF (Supremo Tribunal Federal). A maioria dos congressistas está envolvida em corrupção e furto do erário, ou seja, não agem em favor do Brasil.
No Judiciário também é de nosso conhecimento que existem Ministros que receberam favores do apedeuta, alguns; foram funcionários e outros com ligações de amizades. Sem querer criar juízo, fica difícil acreditar nas isenções, principalmente quando alguns desses Ministros não se julgam impedidos em participar da corte, quando esta julga o amigo, ações que o envolvam ou aos seus asseclas.
Esse Judiciário, deveria retirar qualquer sigilo referente a acusações feitas aos políticos e inclusive publicar o nome dos ainda supostos bandidos. No caso quem deve ser preservado é o povo brasileiro e não os facínoras.
No dia, 22 de junho de 2016, assistimos o Deputado Jair Bolsonaro, não envolvido nas falcatruas desvendadas pelo processo chamado lava-jato, como a grande parte dos Congressistas, e de direita, ser declarado réu, por ter feito um pronunciamento contra uma deputada, que não merece que seja declarado seu nome. Faço algumas ponderações:
1. A referida deputada defendeu o bandido “champinha”, que vitimou o casal Felipe e Liana, ele foi morto à enxadadas e ela após uma semana, sendo estuprada, por cinco bandidos, foi decapitada. Há época, essa dita deputada processava o Digníssimo Dep Bolsonaro, por ele ter se indignado com as atitudes da defensora do ESTUPRADOR;
2. A referida deputada agrediu o Dep Bolsonaro, acusando-o de ESTUPRADOR, durante uma entrevista, concedida por ele;
3. O Lema “Não Mereço Ser Estuprada”, era utilizado pela referida deputada, o Bolsonaro somente o repetiu; CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 2
4. Se não me engano, em plenário, os Congressistas tem imunidade, e não há restrição. Vimos recentemente alguns, infelizmente congressistas, incitarem a prática crime de morte e subversão e não assisti o mesmo zelo pelo STF;
5. O Projeto de Lei-5398/2014, do Dep Jair Bolsonaro, visa aumentar a pena para os crimes de estupro e estupro de vulnerável, exige que o condenado por esses crimes conclua tratamento químico para inibição do desejo sexual como requisito para obtenção de livramento condicional e progressão de regime. O deputado já se manifestou contra o livramento condicional e a progressão de regime.
6. Minha pergunta. Este Deputado é favorável ao crime de estupro, ou sua declaração foi uma reprimenda a deputada que o agrediu?
7. Será que há algo de podre no reino da Dinamarca, ou STF?
Após o afastamento da presidente terrorista e corrupta, assume o governo o Senhor Temer, que para corrigir os rumos, deve tomar atitudes duras e responsáveis, mas infelizmente, para garantir maioria no Congresso, manteve o chamado presidencialismo de coalizão, que somente serve para troca de favores.
O Presidente Temer, em minha opinião, deveria nomear auxiliares de respeito, honestos e com conhecimento na área de atuação e não se aliar a nenhum político da gestão anterior ou sobre o qual paire alguma dúvida quanto ao seu procedimento. Para obter a votação favorável, para aprovação de leis necessárias, sugiro apresentar ao povo as razões, esclareça a realidade e diga que a não aprovação por parte dos políticos é a derrocada do País, e peça que o povo participe do convencimento aos políticos, para que atendam as necessidades do Brasil.
O uso da velha forma do “toma lá dá cá”, irá levá-lo ao descrédito.
A GUERRA CIVIL, já é uma certeza, somente não sabemos o momento de sua deflagração. Senhor Presidente, o senhor tem nas mãos a condição de impedir tal certeza, o Senhor poderá ser um Estadista ou mais um dos políticos preocupados com o bem pessoal e do seu grupo.
Na minha ignorância vejo ainda como saída uma ação do Judiciário decretando a intervenção, definindo um grupo de brasileiros responsáveis para que num período definido, governe o País e nesse período seja empossada uma Constituinte, conforme dito acima. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 3
Faço este alerta, pois o expurgo dos maus políticos e uma nova formatação no processo político eleitoral e na condução dos Poderes será a forma de evitarmos uma guerra civil, pois qualquer paliativo político nos levará ao conflito, digo isto desde a promulgação da atual Constituição, naquele ato afirmei: “Demos o primeiro passo para uma guerra civil”.
Esta Constituinte deverá ter objetivos bem definidos, dentre os quais sugiro:
Nova estrutura política eleitoral, sem os chamados votos de legenda e com limitação na quantidade de partidos;
Não permitir que os Poderes Legislativo e Judiciário definam seu ganhos salariais e vantagens, pois tais ganhos serão os definidos iguais aos dos funcionários públicos, da mesma forma a definição do regime de trabalho;
Quem desejar se aprofundar nas sugestões, acesse o artigo “Federação, como?”, de 20 de janeiro de 2013, procure pelo título no nosso sítio.
Caso não haja esta atitude pelo Judiciário, nos cabe exigir das Forças Armadas (FFAA), o cumprimento de sua missão. Esta convocação deverá ser evidenciada pela população nas ruas gritando pela intervenção constitucional, como forma de nos recolocar no caminho de progresso.
Em minha opinião, para que não se chegue à GUERRA CIVIL, será necessária a intervenção, com a prisão dos pseudos democratas que propagam o comunismo, o bolivarianismo, usando a corrupção e a degradação do Estado para sua perpetuação no poder.
Deve a Instituição interventora explicar detalhadamente, através da mídia, aos brasileiros os fatos provocadores da intervenção. Deve também a autoridade interventora, ainda divulgar nas Escolas e Faculdades, com uma clara explanação, sem o famoso politicamente correto, e sim falando de forma objetiva, nominando os bandidos, que na realidade são TRAIDORES.
Apesar de algumas atitudes descabidas, por parte de alguns Ministros do STF, ainda mantenho confiança nesta Instituição, mas se suas atitudes mostrarem que dão às costas ao Brasil, não resta outra atitude do brasileiro, a não ser exigir ação das FFAA. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 3 E TERMINA
Lembro ainda que além do perigo gerado por políticos comunistas e bolivarianos, afirmo que a guerrilha armada já está instalada no País, principalmente na área amazônica, um de seus braços é a Liga dos Camponeses Pobres, uma organização radical de extrema esquerda usando a luta armada como estratégia para chegar ao poder. Esta Liga está instalada em Rondônia e controla a entrada em seu território.
Não quero nosso Brasil, igual à Cuba ou Venezuela
Ney de Oliveira Waszak é Coronel na reserva.
PS – QUEM ESPERAR QUE A MALANDRAGEM VERMELHA DE 64 CAPITULE PODE AFASTAR ESTA IDEIA. OS MALDITOS VOLTARAM PARA ACABAR COM O PAIS. A P´PORCA PASSOU TODO O SEU REINADO DE MERDA COM 40 MINISTROS NA SEM VERGONHICE DE PASSAR TUDO QUE QUERIA NO CONGRESSO E NO SENADO. SE PENSAM QUE ESSE TRAMBIQUE DE PEDIR PARA OS QUARENTA MINISTROS IREM LA QUE FICARAM CALADOS TODO O TEMPO SO SE APROXIMAVAM DA LULALADRA PARA TIRAR FOTOGRAFIA E AGORA VAO LA PARA DEFENDER O INDEFENSAVAL VAI CALAR AS BOCAS MALDITAS DOS MALANDROS LEDO ENGANO. SO TEM UMA COISA QUE CALA OS VAGABUNDOS A FFAA. ELES TEM HORROR AS FFAA PORQUE SAO COVARDES, SEM VERGONHAS E OTARIOS. COMO SEMPRE O SENADO VAI QUERER TAPAR A MERDA COM TERRA. SE ELES FOSSEM HOMENS E MULHERES DE VALOR JA TERIAM TIRADO ESTA TAL INIMPUTABILIDADE INDECENTE DOS VENDILHOES DA PATRIA. ISTO E CRIME DE GUERRA. NAO TEM MAIS QUE FICAR JUDICIALIZANDO COM UM SUPREMO CHEIO DE VAGABUNDOS QUE NAO HONRAM A TOGA. ATE QUANDO FICAREMOS CALADOS. ATE QUANDO UM GENERAL CINCO ESTRELAS VAI ENTREGAR SUAS ARMAS PARA OS BANDIDOS VERMELHOS. ELES SAO OS MESMOS DE 64. SE NO FOREM DECAPITADOS PARA SEMPRE SEMPRE VAO ASSOMBRAR A SOBERANIA BRASILEIRA. SO TEM MEDO DAS FFAA OS BANDIDOS QUE FORAM ENCHOTADOS DO PAIS AGORA TEM QUE SER ENCHOTADOS PARA SEMPRE. O BRASIL PRECISA VIVER NA ALTURA DE SUA IMPORTANCIA E NAO NA ALTURA DE CUBA, BOLIVIA E OUTROS COCALEIROS MENOS VOTADOS. AS NOVAS GERAÇOES PEDEM QUE SE LIMPE O PAIS DA VERGONHA VERMELHA QUE SE INSTALOU NOS TRES PODERES. ATE CONDUTA CONTRARIA A SUPREMA VAGABUNDAGEM ESTA NO MEIO DESDE A 470. ATRAVANCARAM O EXCELENTE MINISTRO BARBOSA E AGORA ESTAO QUERENDO ATRAVANCAR O JUIZ MORO. EM VEZ 

comrntários;



anonimodisse...
http://pontoetvirgula.blogspot.com.br/

24 de junho de 2016Prisão de Paulo Renato provoca reações corporativistas
A prisão de Paulo Bernardo, ex-ministro de Lula e Dilma, provocou várias reações nas hostes do PT. Uns apelaram para o argumento de que uma operação de busca e apreensão na residência da senadora Gleisi Hoffman, esposa de Paulo Renato, seria ilegal porque estaria ferindo o direito dela a foro privilegiado. Por sua vez, sua companheira na "tropa de choque" de defesa de Dilma na comissão do impeachment, Vanessa Graziottin, apelou para o constrangimento da prisão do ex-senador em casa na presença dos filhos;
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi cuidadoso ao determinar que a Polícia Federal (PF) não tocasse em nada da senadora, que não era alvo da operação, mas sim em documentos e computadores de Paulo Renato, que não tem direito a foro privilegiado. Também o PT reclamou do que chamou de ato desnecessário, sem ligação com a investigação, quando foi exatamente o financiamento de campanhas do partido que levou à prisão o seu terceiro tesoureiro. Só sobre uma coisa nenhum petista se pronunciou: os milhões de reais de dinheiro público desviados nos últimos 14 anos e que deixaram de ser aplicados em Saúde, Educação e principalmente em Segurança Pública. Fala serio!
Postado por Airton Leitão
Anônimo disse...
Onagro ungulado

O inevitável Requião caça jegues na Bíblia para livrar Gleisi e o PT da Lava Jato

Por: Augusto Nunes23/06/2016 às 23:05 veja

“A invasão do apartamento da senadora, absolutamente ilegal, despropositada e desnecessária. Nem um onagro ungulado, que é um jegue na bíblia, como a Bíblia descreve os jegues, entenderia ou não aceitaria a hipótese de existir, depois de dois e meio, três anos de Mensalão e Lava Jato, a possibilidade de existir um documento comprometedor na sede do PT”. (Roberto Requião, senador do PMDB do Paraná, nesta quinta-feira, indignado com a visita da Polícia Federal ao apartamento de Gleisi Hoffmann e à sede do PT, revelando que tem muita intimidade com jegues)
PS - OS VAGABUNDOS SE ESCONDEM ATRAZ DA INIMPUTABILIDADE PARA DEITAR SEUS CONHECIMENTOS VERMELHOS DE MERDA EM CIMA DE ZE POVAO. MANDA O VIGARISTA LARGAR A INIMPUTABILIDADE, TODAS AS VANTAGENS DE SER SENADOR, PASSAGENS PARA CIMA E PARA BAIXO, CARTOES CORPORATIVOS, E CONTINUAR A VOMITAR EM CIMA DE ZE POVAO SEUS CONCEITOS DE MERDA. ISSO ELE NAO VAI FAZER NUNCA. SER VALENTE COM TODAS AS COMODIDADES E CONFORTOS QUE O MANDATO LHE CONFERE QUALQUER UM MANE E. QUERO VER LARGAR TUDO E VIVER COMO ZE POVAO. TE GARANTO QUE NAO SERIA EM PORTEIRO DE BOATE DE TERCEIRA SE ISSO ACONTECESSE. ESTE VIGARISTA DE ZE REQUEIJAO NOS NA CONHECEMOS DE PRISCAS ERAS. QUALQUER UM E VALENTE COM TODAS AS VANTAGENS QUE ESTE VIGARISTA TEM.
Anônimo disse...
sexta-feira, 24 de junho de 2016A PETRALHADA LADRONA DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS TÁ PUTA DA VIDA COM A POLÍCIA FEDERAL

Cláudio Humberto

Composta por dez parlamentares, a bancada do PT no Senado divulgou uma nota de repúdio nesta quinta-feira, 23, contra a prisão preventiva do ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, marido da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Segundo os congressistas, houve "ABUSO DE PODER" na ação da Polícia Federal (PF), que "atenta contra o Estado Democrático de Direito".

Eles alegam que a residência oficial de Gleisi foi "INVADIDA", na presença de seus filhos menores, sem a devida autorização do Supremo Tribunal Federal (STF). Os senadores insinuaram que a ação da PF de hoje busca acobertar fatos que atingem o governo do presidente em exercício, Michel Temer.

"A bancada estranha que tal prisão tenha ocorrido no momento em que a nação toma conhecimento de fatos gravíssimos de corrupção que atingem diretamente o governo provisório (...) Tal prisão e a invasão da sede do PT desviam o foco da opinião pública do governo claramente envolvido em desvios, para a oposição democrática, que sempre buscou a apuração de todos os fatos com isenção e transparência."

No manifesto, os congressistas demonstram solidariedade à Gleisi, que faz parte da tropa de choque da presidente afastada Dilma Rousseff na Comissão Especial do Impeachment. "A bancada dos senadores do PT manifesta apoio irrestrito a uma de suas senadoras mais atuantes na defesa da democracia e dos direitos do povo brasileiro, hoje ameaçados por um governo ilegítimo, autoritário e retrógrado." A Comissão Executiva Nacional do PT também criticou, por meio de nota, a ação da PF, que classificou de "desnecessária" e "midiática".

A assessoria de imprensa de Gleisi afirmou que a senadora não vai se pronunciar, por ora, sobre a prisão do marido. Depois de participar de um encontro do Parlasul, em Montevidéu, nos últimos dias, Gleisi retornou ontem à noite para Brasília. A assessoria não soube informar se ela permanecerá na cidade ou viajará a São Paulo, para onde Paulo Bernardo foi levado pelos policiais.

Postado por Altamir Pinheiro às 6/24/2016 08:42:00 AM
http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
Anônimo disse...
sexta-feira, 24 de junho de 2016
Entre Brexit e PTexit, bandidos tentam se salvar apostando na suprema judicialização da politicagem
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Viva São João! Sexta tsunâmica nos mercados, por conta da decisão do povo do Reino Unido de tirar seu time da Zona do Euro? O Brexit venceu apertadinho por 52% a 48% dos votos. Os rentistas tupiniquins já levantaram da cama em pânico, porque as bolsas caem no mundo todo. O Primeiro-ministro britânico David Cameron já avisou que deixa o cargo em outubro... A eleição presidencial nos EUA, marcada para 8 de novembro, com o risco Trump tirando o humor da Hillary, fará subir a tensão global. Especuladores vão ganhar muito dinheiro até lá com o nervosismo artificial gerado pelo noticiário.
Por aqui, seguimos com o PTexit - royalties para o Carlos Maurício Mantiqueira. A Dilma Rousseff deve ser saída definitivamente no mês de agosto. Enquanto isso, seguimos com a mais brutal crise econômica combinada com a mais confusa crise política, tudo em função da crise estrutural e de nossa permanente crise de imoralidade. No Brasil, só os políticos corruptos (perdão pela redundância) conseguem estar mais tensos que os especuladores financeiros - que sempre lucram na calma ou na tensão com o modelo Capimunista. O medo dos bandidos, no curtíssimo prazo, é dificultar as regras para a prisão deles.
Não foi por outro motivo que o presidente do Congresso Nacional, o Renan Calheiros (PMDB-AL) enrolado com o Judiciário, determinou que a Advocacia Geral do Senado ingresse junto ao Supremo Tribunal Federal com uma reclamação questionando se um juiz de primeira instância pode autorizar a entrada e a revista na residência oficial da senadora Gleisi Hoffmann, onde também morava o marido dela, Paulo Bernardo - desde ontem preso preventivamente sob acusação de ter embolsado uns R$ 7 milhões em dinheiro desviado de empréstimos consignados para os esquemas mafiosos do PT.
O principal objetivo é anular as provas obtidas na busca e apreensão, além de trazer o processo para o foro privilegiado do STF. A turma do valente Renan Calheiros - que já ameaçou pedir o impeachment do Procurador Geral da República Rodrigo Janot - também entrará com uma reclamação junto ao Conselho Nacional de Justiça contra o juiz de primeira instância Paulo Bueno de Azevedo, que autorizou a ação e a prisão de Paulo Bernardo. Advogados do Senado querem uma punição "disciplinar" para o magistrado. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 2 E TERMINA
. Adivinha quem pediu para Renan detonar a ação para proteger o casal Paulo e Gleisi? Ninguém menos que o primeiro vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC). Claro, o pedido dele encontrou acolhida no meio de tantos senadores que correm o risco concreto de sofrerem devassas judiciais, muito em breve, por causa da Lava Jato ou por outras falcatruas. Novamente, sempre que convém à politicagem, eles ajudam a promover o perigoso processo de "judicialização da política".
O Supremo Tribunal Federal, que julga até briga de vizinhos por causa de galinha roubada, tem mais um pepino para descascar. Providencialmente, a tendência é que o STF empurre decisões polêmicas com a barriga escondida pelo elegante poder da toga. O presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, já resolveu que, apenas no segundo semestre (de repente, só depois da solução final sobre o destino da Dilma) haverá uma decisão definitiva sobre a prisão imediata ou não do réu condenado em segunda instância judicial. A polêmica seria julgada ontem, mas ficará para depois...
O fato institucionalmente temerário, em meio à guerra de todos contra todos os poderes é: entre Brexit e PTexit, bandidos tentam se salvar apostando na suprema judicialização da politicagem. A aposta tem tudo para dar zebra para o lado dos corruptos. A sociedade brasileira está de saco cheio e, literalmente, pt da vida...
Polêmica nipônica
Problemas político-matrimoniais
Campanha grátis
Do publicitario Ênio Mainardi, uma observação pertinentíssima:
"A maior e melhor campanha de propaganda do Bolsonaro está sendo feita pelos seus...inimigos. Eta gente inteligente!"
Laércio Laurelli palestrando
Candidato a Presidente ou a Eliot Ness?
Galerinha do desarmamento aloprou ao leer no NYT que Rodrigo Janot avisou que dorme com uma pistola com 14 tiros no pente...
Bem vindo ao clube, Paulinho
Anônimo disse...
Intervenção ou Guerra Civil pelo PT?
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Ney de Oliveira Waszak
Em janeiro escrevi o artigo, “”Intervenção? Ou Guerra Civil pelo pt?”, onde questionei o porquê do Legislativo ou Judiciário não decretarem intervenção.
Hoje, diante dos acontecimentos não podemos contar com o Legislativo, pois sua grande maioria foi corrompida, conforme podemos ratificar em várias gravações e em ações no STF (Supremo Tribunal Federal). A maioria dos congressistas está envolvida em corrupção e furto do erário, ou seja, não agem em favor do Brasil.
No Judiciário também é de nosso conhecimento que existem Ministros que receberam favores do apedeuta, alguns; foram funcionários e outros com ligações de amizades. Sem querer criar juízo, fica difícil acreditar nas isenções, principalmente quando alguns desses Ministros não se julgam impedidos em participar da corte, quando esta julga o amigo, ações que o envolvam ou aos seus asseclas.
Esse Judiciário, deveria retirar qualquer sigilo referente a acusações feitas aos políticos e inclusive publicar o nome dos ainda supostos bandidos. No caso quem deve ser preservado é o povo brasileiro e não os facínoras.
No dia, 22 de junho de 2016, assistimos o Deputado Jair Bolsonaro, não envolvido nas falcatruas desvendadas pelo processo chamado lava-jato, como a grande parte dos Congressistas, e de direita, ser declarado réu, por ter feito um pronunciamento contra uma deputada, que não merece que seja declarado seu nome. Faço algumas ponderações:
1. A referida deputada defendeu o bandido “champinha”, que vitimou o casal Felipe e Liana, ele foi morto à enxadadas e ela após uma semana, sendo estuprada, por cinco bandidos, foi decapitada. Há época, essa dita deputada processava o Digníssimo Dep Bolsonaro, por ele ter se indignado com as atitudes da defensora do ESTUPRADOR;
2. A referida deputada agrediu o Dep Bolsonaro, acusando-o de ESTUPRADOR, durante uma entrevista, concedida por ele;
3. O Lema “Não Mereço Ser Estuprada”, era utilizado pela referida deputada, o B
olsonaro somente o repetiu; CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 2
4. Se não me engano, em plenário, os Congressistas tem imunidade, e não há restrição. Vimos recentemente alguns, infelizmente congressistas, incitarem a prática crime de morte e subversão e não assisti o mesmo zelo pelo STF;
5. O Projeto de Lei-5398/2014, do Dep Jair Bolsonaro, visa aumentar a pena para os crimes de estupro e estupro de vulnerável, exige que o condenado por esses crimes conclua tratamento químico para inibição do desejo sexual como requisito para obtenção de livramento condicional e progressão de regime. O deputado já se manifestou contra o livramento condicional e a progressão de regime.
6. Minha pergunta. Este Deputado é favorável ao crime de estupro, ou sua declaração foi uma reprimenda a deputada que o agrediu?
7. Será que há algo de podre no reino da Dinamarca, ou STF?
Após o afastamento da presidente terrorista e corrupta, assume o governo o Senhor Temer, que para corrigir os rumos, deve tomar atitudes duras e responsáveis, mas infelizmente, para garantir maioria no Congresso, manteve o chamado presidencialismo de coalizão, que somente serve para troca de favores.
O Presidente Temer, em minha opinião, deveria nomear auxiliares de respeito, honestos e com conhecimento na área de atuação e não se aliar a nenhum político da gestão anterior ou sobre o qual paire alguma dúvida quanto ao seu procedimento. Para obter a votação favorável, para aprovação de leis necessárias, sugiro apresentar ao povo as razões, esclareça a realidade e diga que a não aprovação por parte dos políticos é a derrocada do País, e peça que o povo participe do convencimento aos políticos, para que atendam as necessidades do Brasil.
O uso da velha forma do “toma lá dá cá”, irá levá-lo ao descrédito.
A GUERRA CIVIL, já é uma certeza, somente não sabemos o momento de sua deflagração. Senhor Presidente, o senhor tem nas mãos a condição de impedir tal certeza, o Senhor poderá ser um Estadista ou mais um dos políticos preocupados com o bem pessoal e do seu grupo.
Na minha ignorância vejo ainda como saída uma ação do Judiciário decretando a intervenção, definindo um grupo de brasileiros responsáveis para que num período definido, governe o País e nesse período seja empossada uma Constituinte, conforme dito acima. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 3
Faço este alerta, pois o expurgo dos maus políticos e uma nova formatação no processo político eleitoral e na condução dos Poderes será a forma de evitarmos uma guerra civil, pois qualquer paliativo político nos levará ao conflito, digo isto desde a promulgação da atual Constituição, naquele ato afirmei: “Demos o primeiro passo para uma guerra civil”.
Esta Constituinte deverá ter objetivos bem definidos, dentre os quais sugiro:
Nova estrutura política eleitoral, sem os chamados votos de legenda e com limitação na quantidade de partidos;
Não permitir que os Poderes Legislativo e Judiciário definam seu ganhos salariais e vantagens, pois tais ganhos serão os definidos iguais aos dos funcionários públicos, da mesma forma a definição do regime de trabalho;
Quem desejar se aprofundar nas sugestões, acesse o artigo “Federação, como?”, de 20 de janeiro de 2013, procure pelo título no nosso sítio.
Caso não haja esta atitude pelo Judiciário, nos cabe exigir das Forças Armadas (FFAA), o cumprimento de sua missão. Esta convocação deverá ser evidenciada pela população nas ruas gritando pela intervenção constitucional, como forma de nos recolocar no caminho de progresso.
Em minha opinião, para que não se chegue à GUERRA CIVIL, será necessária a intervenção, com a prisão dos pseudos democratas que propagam o comunismo, o bolivarianismo, usando a corrupção e a degradação do Estado para sua perpetuação no poder.
Deve a Instituição interventora explicar detalhadamente, através da mídia, aos brasileiros os fatos provocadores da intervenção. Deve também a autoridade interventora, ainda divulgar nas Escolas e Faculdades, com uma clara explanação, sem o famoso politicamente correto, e sim falando de forma objetiva, nominando os bandidos, que na realidade são TRAIDORES.
Apesar de algumas atitudes descabidas, por parte de alguns Ministros do STF, ainda mantenho confiança nesta Instituição, mas se suas atitudes mostrarem que dão às costas ao Brasil, não resta outra atitude do brasileiro, a não ser exigir ação das FFAA. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 3 E TERMINA
Lembro ainda que além do perigo gerado por políticos comunistas e bolivarianos, afirmo que a guerrilha armada já está instalada no País, principalmente na área amazônica, um de seus braços é a Liga dos Camponeses Pobres, uma organização radical de extrema esquerda usando a luta armada como estratégia para chegar ao poder. Esta Liga está instalada em Rondônia e controla a entrada em seu território.
Não quero nosso Brasil, igual à Cuba ou Venezuela
Ney de Oliveira Waszak é Coronel na reserva.
PS – QUEM ESPERAR QUE A MALANDRAGEM VERMELHA DE 64 CAPITULE PODE AFASTAR ESTA IDEIA. OS MALDITOS VOLTARAM PARA ACABAR COM O PAIS. A P´PORCA PASSOU TODO O SEU REINADO DE MERDA COM 40 MINISTROS NA SEM VERGONHICE DE PASSAR TUDO QUE QUERIA NO CONGRESSO E NO SENADO. SE PENSAM QUE ESSE TRAMBIQUE DE PEDIR PARA OS QUARENTA MINISTROS IREM LA QUE FICARAM CALADOS TODO O TEMPO SO SE APROXIMAVAM DA LULALADRA PARA TIRAR FOTOGRAFIA E AGORA VAO LA PARA DEFENDER O INDEFENSAVAL VAI CALAR AS BOCAS MALDITAS DOS MALANDROS LEDO ENGANO. SO TEM UMA COISA QUE CALA OS VAGABUNDOS A FFAA. ELES TEM HORROR AS FFAA PORQUE SAO COVARDES, SEM VERGONHAS E OTARIOS. COMO SEMPRE O SENADO VAI QUERER TAPAR A MERDA COM TERRA. SE ELES FOSSEM HOMENS E MULHERES DE VALOR JA TERIAM TIRADO ESTA TAL INIMPUTABILIDADE INDECENTE DOS VENDILHOES DA PATRIA. ISTO E CRIME DE GUERRA. NAO TEM MAIS QUE FICAR JUDICIALIZANDO COM UM SUPREMO CHEIO DE VAGABUNDOS QUE NAO HONRAM A TOGA. ATE QUANDO FICAREMOS CALADOS. ATE QUANDO UM GENERAL CINCO ESTRELAS VAI ENTREGAR SUAS ARMAS PARA OS BANDIDOS VERMELHOS. ELES SAO OS MESMOS DE 64. SE NO FOREM DECAPITADOS PARA SEMPRE SEMPRE VAO ASSOMBRAR A SOBERANIA BRASILEIRA. SO TEM MEDO DAS FFAA OS BANDIDOS QUE FORAM ENCHOTADOS DO PAIS AGORA TEM QUE SER ENCHOTADOS PARA SEMPRE. O BRASIL PRECISA VIVER NA ALTURA DE SUA IMPORTANCIA E NAO NA ALTURA DE CUBA, BOLIVIA E OUTROS COCALEIROS MENOS VOTADOS. AS NOVAS GERAÇOES PEDEM QUE SE LIMPE O PAIS DA VERGONHA VERMELHA QUE SE INSTALOU NOS TRES PODERES. ATE CONDUTA CONTRARIA A SUPREMA VAGABUNDAGEM ESTA NO MEIO DESDE A 470. ATRAVANCARAM O EXCELENTE MINISTRO BARBOSA E AGORA ESTAO QUERENDO ATRAVANCAR O JUIZ MORO. EM VEZ 

comrntários;


sse...
http://pontoetvirgula.blogspot.com.br/

24 de junho de 2016Prisão de Paulo Renato provoca reações corporativistas
A prisão de Paulo Bernardo, ex-ministro de Lula e Dilma, provocou várias reações nas hostes do PT. Uns apelaram para o argumento de que uma operação de busca e apreensão na residência da senadora Gleisi Hoffman, esposa de Paulo Renato, seria ilegal porque estaria ferindo o direito dela a foro privilegiado. Por sua vez, sua companheira na "tropa de choque" de defesa de Dilma na comissão do impeachment, Vanessa Graziottin, apelou para o constrangimento da prisão do ex-senador em casa na presença dos filhos;
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi cuidadoso ao determinar que a Polícia Federal (PF) não tocasse em nada da senadora, que não era alvo da operação, mas sim em documentos e computadores de Paulo Renato, que não tem direito a foro privilegiado. Também o PT reclamou do que chamou de ato desnecessário, sem ligação com a investigação, quando foi exatamente o financiamento de campanhas do partido que levou à prisão o seu terceiro tesoureiro. Só sobre uma coisa nenhum petista se pronunciou: os milhões de reais de dinheiro público desviados nos últimos 14 anos e que deixaram de ser aplicados em Saúde, Educação e principalmente em Segurança Pública. Fala serio!
Postado por Airton Leitão
Anônimo disse...
Onagro ungulado

O inevitável Requião caça jegues na Bíblia para livrar Gleisi e o PT da Lava Jato

Por: Augusto Nunes23/06/2016 às 23:05 veja

“A invasão do apartamento da senadora, absolutamente ilegal, despropositada e desnecessária. Nem um onagro ungulado, que é um jegue na bíblia, como a Bíblia descreve os jegues, entenderia ou não aceitaria a hipótese de existir, depois de dois e meio, três anos de Mensalão e Lava Jato, a possibilidade de existir um documento comprometedor na sede do PT”. (Roberto Requião, senador do PMDB do Paraná, nesta quinta-feira, indignado com a visita da Polícia Federal ao apartamento de Gleisi Hoffmann e à sede do PT, revelando que tem muita intimidade com jegues)
PS - OS VAGABUNDOS SE ESCONDEM ATRAZ DA INIMPUTABILIDADE PARA DEITAR SEUS CONHECIMENTOS VERMELHOS DE MERDA EM CIMA DE ZE POVAO. MANDA O VIGARISTA LARGAR A INIMPUTABILIDADE, TODAS AS VANTAGENS DE SER SENADOR, PASSAGENS PARA CIMA E PARA BAIXO, CARTOES CORPORATIVOS, E CONTINUAR A VOMITAR EM CIMA DE ZE POVAO SEUS CONCEITOS DE MERDA. ISSO ELE NAO VAI FAZER NUNCA. SER VALENTE COM TODAS AS COMODIDADES E CONFORTOS QUE O MANDATO LHE CONFERE QUALQUER UM MANE E. QUERO VER LARGAR TUDO E VIVER COMO ZE POVAO. TE GARANTO QUE NAO SERIA EM PORTEIRO DE BOATE DE TERCEIRA SE ISSO ACONTECESSE. ESTE VIGARISTA DE ZE REQUEIJAO NOS NA CONHECEMOS DE PRISCAS ERAS. QUALQUER UM E VALENTE COM TODAS AS VANTAGENS QUE ESTE VIGARISTA TEM.
Anônimo disse...
sexta-feira, 24 de junho de 2016A PETRALHADA LADRONA DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS TÁ PUTA DA VIDA COM A POLÍCIA FEDERAL

Cláudio Humberto

Composta por dez parlamentares, a bancada do PT no Senado divulgou uma nota de repúdio nesta quinta-feira, 23, contra a prisão preventiva do ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, marido da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Segundo os congressistas, houve "ABUSO DE PODER" na ação da Polícia Federal (PF), que "atenta contra o Estado Democrático de Direito".

Eles alegam que a residência oficial de Gleisi foi "INVADIDA", na presença de seus filhos menores, sem a devida autorização do Supremo Tribunal Federal (STF). Os senadores insinuaram que a ação da PF de hoje busca acobertar fatos que atingem o governo do presidente em exercício, Michel Temer.

"A bancada estranha que tal prisão tenha ocorrido no momento em que a nação toma conhecimento de fatos gravíssimos de corrupção que atingem diretamente o governo provisório (...) Tal prisão e a invasão da sede do PT desviam o foco da opinião pública do governo claramente envolvido em desvios, para a oposição democrática, que sempre buscou a apuração de todos os fatos com isenção e transparência."

No manifesto, os congressistas demonstram solidariedade à Gleisi, que faz parte da tropa de choque da presidente afastada Dilma Rousseff na Comissão Especial do Impeachment. "A bancada dos senadores do PT manifesta apoio irrestrito a uma de suas senadoras mais atuantes na defesa da democracia e dos direitos do povo brasileiro, hoje ameaçados por um governo ilegítimo, autoritário e retrógrado." A Comissão Executiva Nacional do PT também criticou, por meio de nota, a ação da PF, que classificou de "desnecessária" e "midiática".

A assessoria de imprensa de Gleisi afirmou que a senadora não vai se pronunciar, por ora, sobre a prisão do marido. Depois de participar de um encontro do Parlasul, em Montevidéu, nos últimos dias, Gleisi retornou ontem à noite para Brasília. A assessoria não soube informar se ela permanecerá na cidade ou viajará a São Paulo, para onde Paulo Bernardo foi levado pelos policiais.

Postado por Altamir Pinheiro às 6/24/2016 08:42:00 AM
http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
Anônimo disse...
sexta-feira, 24 de junho de 2016
Entre Brexit e PTexit, bandidos tentam se salvar apostando na suprema judicialização da politicagem
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Viva São João! Sexta tsunâmica nos mercados, por conta da decisão do povo do Reino Unido de tirar seu time da Zona do Euro? O Brexit venceu apertadinho por 52% a 48% dos votos. Os rentistas tupiniquins já levantaram da cama em pânico, porque as bolsas caem no mundo todo. O Primeiro-ministro britânico David Cameron já avisou que deixa o cargo em outubro... A eleição presidencial nos EUA, marcada para 8 de novembro, com o risco Trump tirando o humor da Hillary, fará subir a tensão global. Especuladores vão ganhar muito dinheiro até lá com o nervosismo artificial gerado pelo noticiário.
Por aqui, seguimos com o PTexit - royalties para o Carlos Maurício Mantiqueira. A Dilma Rousseff deve ser saída definitivamente no mês de agosto. Enquanto isso, seguimos com a mais brutal crise econômica combinada com a mais confusa crise política, tudo em função da crise estrutural e de nossa permanente crise de imoralidade. No Brasil, só os políticos corruptos (perdão pela redundância) conseguem estar mais tensos que os especuladores financeiros - que sempre lucram na calma ou na tensão com o modelo Capimunista. O medo dos bandidos, no curtíssimo prazo, é dificultar as regras para a prisão deles.
Não foi por outro motivo que o presidente do Congresso Nacional, o Renan Calheiros (PMDB-AL) enrolado com o Judiciário, determinou que a Advocacia Geral do Senado ingresse junto ao Supremo Tribunal Federal com uma reclamação questionando se um juiz de primeira instância pode autorizar a entrada e a revista na residência oficial da senadora Gleisi Hoffmann, onde também morava o marido dela, Paulo Bernardo - desde ontem preso preventivamente sob acusação de ter embolsado uns R$ 7 milhões em dinheiro desviado de empréstimos consignados para os esquemas mafiosos do PT.
O principal objetivo é anular as provas obtidas na busca e apreensão, além de trazer o processo para o foro privilegiado do STF. A turma do valente Renan Calheiros - que já ameaçou pedir o impeachment do Procurador Geral da República Rodrigo Janot - também entrará com uma reclamação junto ao Conselho Nacional de Justiça contra o juiz de primeira instância Paulo Bueno de Azevedo, que autorizou a ação e a prisão de Paulo Bernardo. Advogados do Senado querem uma punição "disciplinar" para o magistrado. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 2 E TERMINA
. Adivinha quem pediu para Renan detonar a ação para proteger o casal Paulo e Gleisi? Ninguém menos que o primeiro vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC). Claro, o pedido dele encontrou acolhida no meio de tantos senadores que correm o risco concreto de sofrerem devassas judiciais, muito em breve, por causa da Lava Jato ou por outras falcatruas. Novamente, sempre que convém à politicagem, eles ajudam a promover o perigoso processo de "judicialização da política".
O Supremo Tribunal Federal, que julga até briga de vizinhos por causa de galinha roubada, tem mais um pepino para descascar. Providencialmente, a tendência é que o STF empurre decisões polêmicas com a barriga escondida pelo elegante poder da toga. O presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, já resolveu que, apenas no segundo semestre (de repente, só depois da solução final sobre o destino da Dilma) haverá uma decisão definitiva sobre a prisão imediata ou não do réu condenado em segunda instância judicial. A polêmica seria julgada ontem, mas ficará para depois...
O fato institucionalmente temerário, em meio à guerra de todos contra todos os poderes é: entre Brexit e PTexit, bandidos tentam se salvar apostando na suprema judicialização da politicagem. A aposta tem tudo para dar zebra para o lado dos corruptos. A sociedade brasileira está de saco cheio e, literalmente, pt da vida...
Polêmica nipônica
Problemas político-matrimoniais
Campanha grátis
Do publicitario Ênio Mainardi, uma observação pertinentíssima:
"A maior e melhor campanha de propaganda do Bolsonaro está sendo feita pelos seus...inimigos. Eta gente inteligente!"
Laércio Laurelli palestrando
Candidato a Presidente ou a Eliot Ness?
Galerinha do desarmamento aloprou ao leer no NYT que Rodrigo Janot avisou que dorme com uma pistola com 14 tiros no pente...
Bem vindo ao clube, Paulinho
Anônimo disse...
Intervenção ou Guerra Civil pelo PT?
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Ney de Oliveira Waszak
Em janeiro escrevi o artigo, “”Intervenção? Ou Guerra Civil pelo pt?”, onde questionei o porquê do Legislativo ou Judiciário não decretarem intervenção.
Hoje, diante dos acontecimentos não podemos contar com o Legislativo, pois sua grande maioria foi corrompida, conforme podemos ratificar em várias gravações e em ações no STF (Supremo Tribunal Federal). A maioria dos congressistas está envolvida em corrupção e furto do erário, ou seja, não agem em favor do Brasil.
No Judiciário também é de nosso conhecimento que existem Ministros que receberam favores do apedeuta, alguns; foram funcionários e outros com ligações de amizades. Sem querer criar juízo, fica difícil acreditar nas isenções, principalmente quando alguns desses Ministros não se julgam impedidos em participar da corte, quando esta julga o amigo, ações que o envolvam ou aos seus asseclas.
Esse Judiciário, deveria retirar qualquer sigilo referente a acusações feitas aos políticos e inclusive publicar o nome dos ainda supostos bandidos. No caso quem deve ser preservado é o povo brasileiro e não os facínoras.
No dia, 22 de junho de 2016, assistimos o Deputado Jair Bolsonaro, não envolvido nas falcatruas desvendadas pelo processo chamado lava-jato, como a grande parte dos Congressistas, e de direita, ser declarado réu, por ter feito um pronunciamento contra uma deputada, que não merece que seja declarado seu nome. Faço algumas ponderações:
1. A referida deputada defendeu o bandido “champinha”, que vitimou o casal Felipe e Liana, ele foi morto à enxadadas e ela após uma semana, sendo estuprada, por cinco bandidos, foi decapitada. Há época, essa dita deputada processava o Digníssimo Dep Bolsonaro, por ele ter se indignado com as atitudes da defensora do ESTUPRADOR;
2. A referida deputada agrediu o Dep Bolsonaro, acusando-o de ESTUPRADOR, durante uma entrevista, concedida por ele;
3. O Lema “Não Mereço Ser Estuprada”, era utilizado pela referida deputada, o B
olsonaro somente o repetiu; CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 2
4. Se não me engano, em plenário, os Congressistas tem imunidade, e não há restrição. Vimos recentemente alguns, infelizmente congressistas, incitarem a prática crime de morte e subversão e não assisti o mesmo zelo pelo STF;
5. O Projeto de Lei-5398/2014, do Dep Jair Bolsonaro, visa aumentar a pena para os crimes de estupro e estupro de vulnerável, exige que o condenado por esses crimes conclua tratamento químico para inibição do desejo sexual como requisito para obtenção de livramento condicional e progressão de regime. O deputado já se manifestou contra o livramento condicional e a progressão de regime.
6. Minha pergunta. Este Deputado é favorável ao crime de estupro, ou sua declaração foi uma reprimenda a deputada que o agrediu?
7. Será que há algo de podre no reino da Dinamarca, ou STF?
Após o afastamento da presidente terrorista e corrupta, assume o governo o Senhor Temer, que para corrigir os rumos, deve tomar atitudes duras e responsáveis, mas infelizmente, para garantir maioria no Congresso, manteve o chamado presidencialismo de coalizão, que somente serve para troca de favores.
O Presidente Temer, em minha opinião, deveria nomear auxiliares de respeito, honestos e com conhecimento na área de atuação e não se aliar a nenhum político da gestão anterior ou sobre o qual paire alguma dúvida quanto ao seu procedimento. Para obter a votação favorável, para aprovação de leis necessárias, sugiro apresentar ao povo as razões, esclareça a realidade e diga que a não aprovação por parte dos políticos é a derrocada do País, e peça que o povo participe do convencimento aos políticos, para que atendam as necessidades do Brasil.
O uso da velha forma do “toma lá dá cá”, irá levá-lo ao descrédito.
A GUERRA CIVIL, já é uma certeza, somente não sabemos o momento de sua deflagração. Senhor Presidente, o senhor tem nas mãos a condição de impedir tal certeza, o Senhor poderá ser um Estadista ou mais um dos políticos preocupados com o bem pessoal e do seu grupo.
Na minha ignorância vejo ainda como saída uma ação do Judiciário decretando a intervenção, definindo um grupo de brasileiros responsáveis para que num período definido, governe o País e nesse período seja empossada uma Constituinte, conforme dito acima. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 3
Faço este alerta, pois o expurgo dos maus políticos e uma nova formatação no processo político eleitoral e na condução dos Poderes será a forma de evitarmos uma guerra civil, pois qualquer paliativo político nos levará ao conflito, digo isto desde a promulgação da atual Constituição, naquele ato afirmei: “Demos o primeiro passo para uma guerra civil”.
Esta Constituinte deverá ter objetivos bem definidos, dentre os quais sugiro:
Nova estrutura política eleitoral, sem os chamados votos de legenda e com limitação na quantidade de partidos;
Não permitir que os Poderes Legislativo e Judiciário definam seu ganhos salariais e vantagens, pois tais ganhos serão os definidos iguais aos dos funcionários públicos, da mesma forma a definição do regime de trabalho;
Quem desejar se aprofundar nas sugestões, acesse o artigo “Federação, como?”, de 20 de janeiro de 2013, procure pelo título no nosso sítio.
Caso não haja esta atitude pelo Judiciário, nos cabe exigir das Forças Armadas (FFAA), o cumprimento de sua missão. Esta convocação deverá ser evidenciada pela população nas ruas gritando pela intervenção constitucional, como forma de nos recolocar no caminho de progresso.
Em minha opinião, para que não se chegue à GUERRA CIVIL, será necessária a intervenção, com a prisão dos pseudos democratas que propagam o comunismo, o bolivarianismo, usando a corrupção e a degradação do Estado para sua perpetuação no poder.
Deve a Instituição interventora explicar detalhadamente, através da mídia, aos brasileiros os fatos provocadores da intervenção. Deve também a autoridade interventora, ainda divulgar nas Escolas e Faculdades, com uma clara explanação, sem o famoso politicamente correto, e sim falando de forma objetiva, nominando os bandidos, que na realidade são TRAIDORES.
Apesar de algumas atitudes descabidas, por parte de alguns Ministros do STF, ainda mantenho confiança nesta Instituição, mas se suas atitudes mostrarem que dão às costas ao Brasil, não resta outra atitude do brasileiro, a não ser exigir ação das FFAA. CONTINUA...
Anônimo disse...
ALERTA TOTAL CONTINUA 3 E TERMINA
Lembro ainda que além do perigo gerado por políticos comunistas e bolivarianos, afirmo que a guerrilha armada já está instalada no País, principalmente na área amazônica, um de seus braços é a Liga dos Camponeses Pobres, uma organização radical de extrema esquerda usando a luta armada como estratégia para chegar ao poder. Esta Liga está instalada em Rondônia e controla a entrada em seu território.
Não quero nosso Brasil, igual à Cuba ou Venezuela
Ney de Oliveira Waszak é Coronel na reserva.
PS – QUEM ESPERAR QUE A MALANDRAGEM VERMELHA DE 64 CAPITULE PODE AFASTAR ESTA IDEIA. OS MALDITOS VOLTARAM PARA ACABAR COM O PAIS. A P´PORCA PASSOU TODO O SEU REINADO DE MERDA COM 40 MINISTROS NA SEM VERGONHICE DE PASSAR TUDO QUE QUERIA NO CONGRESSO E NO SENADO. SE PENSAM QUE ESSE TRAMBIQUE DE PEDIR PARA OS QUARENTA MINISTROS IREM LA QUE FICARAM CALADOS TODO O TEMPO SO SE APROXIMAVAM DA LULALADRA PARA TIRAR FOTOGRAFIA E AGORA VAO LA PARA DEFENDER O INDEFENSAVAL VAI CALAR AS BOCAS MALDITAS DOS MALANDROS LEDO ENGANO. SO TEM UMA COISA QUE CALA OS VAGABUNDOS A FFAA. ELES TEM HORROR AS FFAA PORQUE SAO COVARDES, SEM VERGONHAS E OTARIOS. COMO SEMPRE O SENADO VAI QUERER TAPAR A MERDA COM TERRA. SE ELES FOSSEM HOMENS E MULHERES DE VALOR JA TERIAM TIRADO ESTA TAL INIMPUTABILIDADE INDECENTE DOS VENDILHOES DA PATRIA. ISTO E CRIME DE GUERRA. NAO TEM MAIS QUE FICAR JUDICIALIZANDO COM UM SUPREMO CHEIO DE VAGABUNDOS QUE NAO HONRAM A TOGA. ATE QUANDO FICAREMOS CALADOS. ATE QUANDO UM GENERAL CINCO ESTRELAS VAI ENTREGAR SUAS ARMAS PARA OS BANDIDOS VERMELHOS. ELES SAO OS MESMOS DE 64. SE NO FOREM DECAPITADOS PARA SEMPRE SEMPRE VAO ASSOMBRAR A SOBERANIA BRASILEIRA. SO TEM MEDO DAS FFAA OS BANDIDOS QUE FORAM ENCHOTADOS DO PAIS AGORA TEM QUE SER ENCHOTADOS PARA SEMPRE. O BRASIL PRECISA VIVER NA ALTURA DE SUA IMPORTANCIA E NAO NA ALTURA DE CUBA, BOLIVIA E OUTROS COCALEIROS MENOS VOTADOS. AS NOVAS GERAÇOES PEDEM QUE SE LIMPE O PAIS DA VERGONHA VERMELHA QUE SE INSTALOU NOS TRES PODERES. ATE CONDUTA CONTRARIA A SUPREMA VAGABUNDAGEM ESTA NO MEIO DESDE A 470. ATRAVANCARAM O EXCELENTE MINISTRO BARBOSA E AGORA ESTAO QUERENDO ATRAVANCAR O JUIZ MORO. EM VEZ